sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Passarinhando

Passarinhei o dia todo em busca do vazio
E quando o encontrei ele estava cheio de mim
Ainda bem que ele me olhou
Pois quando não me olha, não consigo me ver
Espelho cego, do tipo que tenho em casa
Pendurado em suspiro
De vidro mole como água
Não dá para quebrar
Só passarinhando por aí mesmo
Pra me trair e me dobrar
Pra me colorir

Nenhum comentário:

Postar um comentário